Tecnologia do Blogger.

E os "pés de galinha", como vão?


publicado por Vivi Tassi em , , ,

24 comentários



             


Então né Marias, a pergunta hoje é básica, vocês cuidam da área dos olhos? Eu confesso que, como uma quase quarentona ( hum, engoli seco aqui, faltam 5 anos, mas uma respirada e estou lá, hehehe), essa é uma das áreas da pele que mais me preocupa, talvez por ser delicada e dar os primeiros sinais de que o tempo está passando ou por ter uma genética propensa à rugas. Minha mãe tem 60 anos, nem um fio de cabelo branco, mas na pele, algumas marcas do tempo e da experiência de vida, a incomodam.

Acho que ainda cuido pouco, poderia me preocupar mais, mas resolvi não me tornar escrava da ditadura da beleza, talvez, daqui alguns anos, encare algum procedimento mais rigoroso, mas agora, só os cuidados normais de quem quer envelhecer com cara de velha mesmo, hehehe, acho até feio quando encontramos mulheres do tipo pescoço enrrugado e rosto esticado, algumas ficam deformadas, um horror.

Procurando algumas dicas sobre o assunto, encontrei uma reportagem no site da Revista Cláudia, muito interessante, e não achei justo guardar essas informações pra mim, que tal debatermos sobre isso? Então lá vai um resuminho básico de tudo o que li.

Em primeiro lugar, não podemos generalizar os cuidados, para cada idade um produto específico deve ser usado, mesmo porque, os problemas de hoje não serão os mesmos daqui 10, 15 anos.

(Melora C, Melora R$ 102,00)

Para uma mulher de 20 anos, a preocupação são as olheiras, decorrentes de baladas, noites mal dormidas, cigarro e bebida. Elas podem ser amenizadas com cremes a base de ginseng e vitaminas C e E, eles combatem os radicais livres e clareiam a área. O despigmentante ácido kójico, tem ação antioxidante e previne o envelhecimento e os produtos enriquecidos com vitamina K, ativam a microcirculação e eliminam as bolsas. Uma receita caseira que pode ajudar, é a compressa com chá de camomila gelado, ele ameniza o inchaço e mais importante ainda, não sair de casa sem filtro solar.

(Chronos Spilol, Natura R$ 54,20)

Aos 30, o simples ato de abrir e fechar os olhos, chorar e sorrir, é suficiente para que o músculo que envolve o globo ocular se contraia, e desenhe finas linhas de expressão, e ainda mais, a exposição aos raios solares, destrói as fibras de sustentação da pele. Nessa idade então, é importante usar produtos que contenham na fórmula, argireline e elastinol, eles relaxam a musculatura. Ótimas opções nas clínicas, são peelings superficiais com ácido glicólico, salicílico ou o de cristal, eles clareiam a pele, melhoram a textura e eliminam rugas.

(Liftactiv, Retinol Vichy R$110,90)

A mulher de 40, tem poucas glândulas sebáceas na pele ao redor dos olhos, e desidrata fácil, e os maiores problemas são ressecamento, rugas e flacidez. Nesse caso, o importante é usar cremes e substâncias que estimulem a renovação celular, como o retinol, mas, para inibir as linhas de expressão, nada melhor que a toxina botulínica ( meu sonho, hehehe), ela relaxa a musculatura da região por até 4 meses.

(Génifique Yeux, Lancôme R$246,00)

Os 50 anos é responsável pelo período pré e pósmenopausa, onde os níveis de estrogênio baixam rapidamente. Para controlar a "proliferação" de rugas, é recomendado peeling mais agressivo com ácido retinóico. É nessa fase que as cirurgias para remover bolsas de gordura e amenizar flacidez das pálpebras, são recomendadas, são feitas com anestesia local e sedação.

                          
(Future Solution, Shiseido R$612 e Óleo Huile, Racco R$29,90)

Com certeza, com 60 anos a preocupação é maior, as rugas são estáticas ( são as que não desaparecem, mesmo com o rosto em descanso, são as que causam sulcos), mas mesmo assim há tratamento, o laser de CO², feito em consultórios, é usado na ação contra os sulcos e para rejuvenecer, a melhor opção é o peeling de fenol a 88%, ele é menos agressivo que o tradicional, mas mesmo assim, deixa a pele inchada e sensível por até 15 dias.

 ( Baume Des Yeux, L´Occitane R$131,00) 

E finalmente 70 anos ou mais, é a fase em que a pele fica transparente e os vasos visíveis, se tornando importante o uso de creme nutritivo com óleo essencial. Sessões de luz intensa pulsada ou laser fracionado, ajudam a eliminar manchas, e para uma correção mais drástica, peeling de fenol a 88% ou laser de CO² fracionado.

É isso, independente da idade, e do tipo de pele, há tratamentos para todas, aficcionadas ou não pelos cuidados da mesma. Acho que começando cedo os cuidados como usar protetor solar, limpar e hidratar, já é um ótimo motivo para o aparecimento tardio das rugas. Consultar um dermatologista também é importante, aliás, nós mulheres deveríamos visitá-los ao menos uma vez por ano, como fazemos com o ginecoligista. Mas, infelizmente não ocorre isso, acho que até por medo do custo de um tratamento dermatológico que costuma ser caro.

Eu não vou mentir, tenho medo sim de ficar velha e cheia de rugas, mas gasto o que posso, faço o que dá. Todos vamos envelhecer, e as marcas do tempo virão, mais para uns do que para outros. O que quero mesmo é envelhecer com alegria, bem espiritualmente, em harmonia comigo e com os meus. Para mim, o importante é viver cada ano de vida intensamente, sem medo de ser feliz.

Está dada a dica...









fonte: Revista Cláudia

24 comments

Deixe um Comentário

Não saia sem comentar. O que você achou do post é muito importante para o aprimoramento do nosso trabalho. Respondemos a todos aqui mesmo, portanto volte sempre, será muito bem-vindo.